Ageuniara

Antonio Alves Campos, 102 anos de história

Por: ELIS MARINA DE FARIAS CAMPOS

27/08/2008

No dia 6 de agosto deste ano,Antonio Alves Campos, morador de Araraquara(SP), completou 102 anos. Uma data histórica e comemorada com muita alegria.

Filho de Marcolino Alves Campos e Tereza Maria Clara nascia no dia 6 de agosto de 1906 na cidadizinha de Araminas, estado de São Paulo divisa com Minas Gerais, Antonio Alves Campos.

Aos seis anos de idade sua mãe faleceu e seu pai entregou ele e seus irmãos a seu patrão, conhecido como Placidino Ferreira Costa,por quem foram criados com um padrinho.Deixando seus cinco filhos para trás seu Marcolino foi para Goiás com seu filho mais velho de 14 anos.

Com sete anos Campos levantava de madrugada, descalço sem nenhum calçado, para trabalhar no engenho, onde carregava bagaço de cana e, com oito anos, trabalhava guiando carro de boi. Nunca estudou, só freqüentou o primeiro ano onde aprendeu a escrever o nome e a tabuada. Campos teve uma infância sofrida onde apanhava muito e até fome passava.

Na adolescência foi para Goiás com seu padrinho onde foram desbravar a mata para fazer plantações e,posteriormente, voltaram para o estado de São Paulo na cidade de Pedregulho onde trabalhou nas lavouras de café.

Aos 22 anos voltou para Araminas onde conheceu sua futura esposa, Maria Veneranda de São José, com quem se casou no dia 19 de outubro de 1929. Tiveram oito filhos, o mais velho José e depois vieram Sebastião, Clotildes, Luzia, Theresa, Antonio, Aparecida e por último Euripedes.

Campos e Maria junto com seus oito filhos não tiveram uma vida fácil.Trabalhavam na roça e tiveram muitas necessidades, muito pobres e passaram fome.Mesmo assim, eles não deixaram de educar seus filhos.

Com muita luta Campos e sua família vieram para região onde trabalhou na Usina Maringá. Em 1962 se mudaram para Araraquara(SP).

Após 53 anos de casamento,Maria faleceu no dia 10 de outubro de 1982. E, hoje, com 102 anos Campos é um exemplo para seus oito filhos um já falecido, 13 netos, dois já falecidos e 10 bisnetos.

Ele ainda conta histórias maravilhosas de seu passado e ainda dá muita bronca em seus filhos e genros.Atualmente vive com suas duas filhas: Luzia Maria Campos e Clotildes Maria Antonio Campos,que ressalta que ele é um velhinho muito carinhoso, muito bom e que todos iriam gostar de cuidar. Luzia fala que ele é muito exigente com a limpeza, pois sempre gosta de estar limpinho e que adora chupar bala e sempre está pedindo uma ou duas para chupar.

Com os netos e bisnetos Campos sempre foi carinhoso com todos e para eles sempre será o "Vovô Antonio".



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/