[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

São Carlos tem prazo de 60 dias para não ficar sem aterro sanitário

Por: LEONARDO RODRIGUES DOS SANTOS

09/10/2007

O atual aterro sanitário de São Carlos está atingindo a sua capacidade total e só poderá receber mais 8 mil toneladas, e por isso, dentro de aproximadamente 60 dias não terá a capacidade de receber o lixo da cidade, que atualmente é de 145 toneladas por dia.

A prefeitura Municipal já escolheu uma nova área que será no mesmo local do atual. Será construída uma nova célula que terá capacidade para mais 80 a 90 mil toneladas de lixo. Segundo o diretor de Políticas Ambientais da prefeitura, Paulo Mancini, a nova área estava licenciada, mas somente para uma determinada quantidade de lixo.

Sobre as obras, Mancini informa que já está com a terraplenagem concluída, o que falta é a impermeabilização e a canalização do chorume. O diretor informa que a Cetesb ainda não emitiu a autorização para a continuação da obrq, cujo projeto foi enviado à empresa de saneamento no mês de julho.

Mancini diz que após a licença a nova área levará cerca de 30 a 60 dias para ficar pronta. A empresa responsável por esta fase é a Bandeirantes Engenharia Comercial, mas ressalta que se em 15 dias a licença não for emitida, pode comprometer o tempo de entrega, previsto para 30 a 60 dias após a autorização.

Para que a licença seja emitida, é necessário que o Departamento de Avaliação de Impacto Ambiental da Cetesb emita um parecer favorável sobre o relatório prévio encaminhado pela prefeitura. Caso esse relatório não seja aprovado, a prefeitura tem uma alternativa de transportar o lixo para um aterro privado em Guatapará, a 86 km de São Carlos. “Seria uma alternativa complicada do ponto de vista ambiental e financeiro, que custaria em torno de R$ 250mil para a prefeitura”, informa Paulo Mancini.

A prefeitura espera que esse novo aterro sanitário possa ter uma vida útil de um ano e meio a dois anos.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/