[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Matão tem apenas uma farmácia 24h

Por: SAMARA IGNACIO

16/04/2007

Em Taquaritinga, Itápolis e Ibitinga, funcionam rodízios de plantões de farmácias para auxiliar a população. Em Matão(SP),cidade mais de 80 mil habitantes, isto não acontece.Há 10 anos houve a tentativa da unificação entre os farmacêuticos, através de uma comissão.

Maria Lívia Comelli Rocalho, proprietária da Farmácia Santa Rosa, na época organizou a comissão e poucos farmacêuticos ficaram interessados.Ela lembra que “a prefeitura na época organizou os plantões, mas a farmácia da Rodoviária não aceitou os rodízios e conseguiu uma liminar, que permitia ficar 24h”.

Os rodízios funcionavam da seguinte maneira: três ou quatro farmácias ficavam abertas, nos finais de semana, e as outras colocavam cartazes com endereço e telefone das que estavam funcionando.

Segundo Maria Lívia a partir desse fato ocorreu ainda mais desunião. “O prefeito eleito, naquele ano, virou as costas para mais de 40 farmácias e permitiu que apenas uma fosse privilegiada, hoje reverter à situação é difícil”, reclama a farmacêutica.

Pedro Roberto Cabral, funcionário e farmacêutico da Drogaria São Marcos, na Rodoviária, diz que na época realmente a farmácia investiu em estoque e ampliou o quadro de funcionários para favorecer a população."As outras farmácias não gostaram da nossa iniciativa. A farmácia buscou o melhor para a cidade e pagamos um preço por isso.Já se passou uma década e eles continuam desunidos”, observa.

Luiz Carlos Carvalho, dono da farmácia Droga Nova, localizada em frente ao Pronto Socorro, ficou aberto 24hs por três meses e diz que não compensou.“As pessoas acostumaram a ir à farmácia da Rodoviária, não há mais como modificar isso, eu fiz divulgação, mas não houve retorno”, lembra.

A farmácia Pront Farma, fica aberta até a meia-noite.O proprietário Eliseu Aparecido de Souza, confirma que não compensa ficar aberto 24h por serem muitos os riscos por pouco lucro.“Fico até a meia-noite e reabro às 6h da manhã. Não há necessidade de ficar a noite toda, pois não tem movimento”.E acrescenta: “Quando já são 22h não há mais movimento nas ruas, você corre o risco de ser assaltado, a única farmácia que fica aberta 24h, tem os guardas da Rodoviária como segurança”, diz.

Souza afirma que não pretende organizar uma comissão para fazer rodízios 24h."Mas se dependesse apenas de mim, isso aconteceria em Matão”, afirma.

Conselho

O Conselho Regional de Farmácias responsável por Matão fica em Araraquara(SP), mas a sua função é apenas fiscalizar preços de medicamentos e registros dos farmacêuticos, os horários ficam a critério das farmácias.

Os farmacêuticos não pretendem chegar a um consenso e os únicos prejudicados são os matonenses, como é o caso do morador Rodrigo Batista de Oliveira.“Se acordo de madrugada com dor de cabeça e preciso de um analgésico, tenho que atravessar a cidade. Eu tenho carro. E que não tem?”,indaga.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/