Ageuniara

Carnaval em Taquaritinga foi mais seguro este ano

Por: NATÁLIA FERNANDA NUNES

23/02/2007

A Polícia Militar e a prefeitura de Taquaritinga(SP) esquematizaram, neste ano, medidas de segurança que evitaram contratempos no carnaval de rua.

Com o Trio Elétrico Batatão, há 25 anos instalado no cruzamento das ruas Campos Salles e Marechal Deodoro, o carnaval 2007 atraiu cerca de 20 mil foliões por noite.Nem a chuva atrapalhou a alegria das pessoas que lotaram as ruas em busca de muita diversão.

O Batatão não mobiliza apenas os taquaritinguenses, mas toda a região, pois os foliões animados vieram para a cidade em busca de diversão e, este ano, com mais segurança.

A Polícia Militar juntamente com a prefeitura implantou um rigoroso esquema de segurança, que foi aceito pelos foliões, que puderam se divertir sem se preocupar com brigas.

Muitos afirmaram que,neste ano, o carnaval foi mais civilizado e sem violência aparente.Apoiaram a iniciativa da organização e dizem que o esquema deve continuar nos próximos anos.

Medidas

Algumas das medidas implantadas foram a proteção dos portais de recepção que deram acesso ao trio por um pelotão de policiais que realizou o patrulhamento da área. Os foliões foram revistados na entrada, para evitar problemas durante a festa como, por exemplo, a entrada de armas e drogas.

Foi realizado também o cadastramento dos blocos carnavalescos que desfilaram nos dias 18 e 20 de fevereiro na Rua Prudente de Moraes em Taquaritinga.A Polícia determinou que as bebidas consumidas no trio fossem servidas em copos descartáveis.

Os foliões de Taquaritinga afirmam que as medidas de segurança ajudaram.Com a certeza de que não haveria armas, drogas e outros objetos que pudessem ser usados em uma eventual briga, as pessoas ficaram mais tranqüilas e até aquelas que não freqüentavam o carnaval, por causa da violência,participaram.

Muitos concordam com estas medidas porque, segundo eles, brincaram com mais tranqüilidade. Dizem que levaram até seus filhos para curtir a festa, pois tiveram a certeza de que seria mais seguro.

Sobre o cadastramento dos blocos carnavalescos, afirmam que esta idéia foi implantada para evitar que gangues violentas entrassem na área destinada aos foliões.Foi permitida, apenas, a entrada dos blocos que estivessem devidamente cadastrados para participar do desfile.

Nos anos anteriores, em que as medidas não estavam em vigor, muitos acidentes foram registrados pela polícia.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Taquaritinga disse que tudo foi realizado para o conforto dos frequentadores.Reconhece que ocorreram algumas falhas e que todas elas deverão ser consertadas no futuro.

A respeito das medidas implantadas informou que a mesma teve o resultado epserado e que está servindo de referência para outras cidades da região.

Segundo a assessoria, a prefeitura contratou 120 seguranças, tanto é que as ocorrências na área dos festejos diminui significativamente. As Polícias Civil e Militar disponibilizaram 50 soldados para ajudar na segurança.

Ainda, de acordo com a assessoria, todas as medidas contribuiram para que a ordem e a segurança fossem mantidas e a segurança no carnaval popular de Taquaritinga será mantida e ampliada nos festejos do ano que vem.

O Dj Cláudio Nunes, técnico de som e Dj do Batatão, diz que o esquema de segurança foi muito bom e no quesito violência melhorou demais, porém diz que os seguranças abusaram da força bruta e espera que nos próximos carnavais este aspecto melhore.

Sobre o número de pessoas que aproveitou os dias de festa,ele diz que nos dias de pico, como sábado(17/2) e na terça-feira (20/2), o Batatão recebeu cerca de 22 mil foliões.Nos dias normais recebeu em torno de 20 mil. Em relação ao ano passado a média de foliões subiu 25%.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/