[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Trabalho autônomo aumenta na região

Por: ELAINE VARANDA

18/10/2006

Aumenta a cada dia o número de pessoas que optam pelo trabalho autônomo. O motivo está relacionado à crise de emprego no país. Na região,por exemplo, essa realidade já se tornou rotina de muitos.

A falta de emprego ou salário muito baixo faz com que a opção do trabalho autônomo aumente cada vez mais, mesmo não tendo uma renda fixa todo mês, mas é sempre certo ter alguma quantia.

Outro ponto que ajuda na opção pelos trabalhos autônomos são as facilidades em encontrar material e também os diversos cursos oferecidos pelos próprios fornecedores, sempre atualizados com as tendências da moda.

No caso da estudante do 3º colegial Marcela Stella,de Ibaté(SP), a falta de experiência dificulta muito na hora de buscar um emprego, sendo assim ela revende bijuterias e também trufas, tudo em consignação de pessoas que também optaram pelo trabalho autônomo.“Sempre que procurava emprego, era barrada pela minha falta de experiência, mas constantemente me questionava e também a quem me dava esse tipo de desculpa como resposta sobre como vou ter experiência sem a primeira chance?",indaga.

Depois de ouvir "não", por inúmeras vezes, ela resolveu trabalhar por conta e está há mais de um ano."Depois desse período já recebi propostas de empregos fixos na área de vendas por ter a tão requisitada experiência, a qual conquistei e ainda estou conquistando por meus méritos próprios",diz.

Um outro exemplo de pessoa que trabalha por conta é Silvana de Souza,de Ibaté, casada, tem uma filha pequena e aluguel para pagar.Sua renda salarial e a do marido não são suficientes.Para ajudar no orçamento da casa ela faz salgados para festas de aniversários, casamentos, eventos diversos e também atua como revendedora de cosméticos."Se não fosse esses bicos que faço por fora, não teríamos condições de manter nossas contas em dia, o custo de vida é muito alto, principalmente quando se têm crianças em casa."

Comércio

Para os comerciantes, esses vendedores autônomos não os prejudicam, pois mesmo que tenham produtos com um preço mais em conta, como costumam dizer, não têm condições de atender a uma grande clientela, como afirma a proprietária de uma lanchonete e também loja de cosméticos e bijuterias Adriana Masson,de São Carlos(SP).

"Temos uma quantidade em estoque muito maior que os vendedores autônomos, dando aos nossos clientes uma opção ampla na hora de suas escolhas, sem contar a segurança que um comércio fixo passa quando uma mercadoria precisa ser trocada.",observa.

Em outro caso, a proprietária de um pequeno estabelecimento de acessórios e bijuterias,Patrícia Cominote,também de São Carlos, afirma que sente que essas pessoas roubam uma grande parte de sua clientela."Muitas pessoas não buscam qualidade na hora da compra e sim preços baixos.Não estou generalizando a ponto de dizer que os produtos desses vendedores não têm uma boa qualidade, pois sabemos que na maioria dos casos têm, mas existem vendedores que possuem os chamados BBD (bonitos, baratos e descartáveis) e, nesses casos, o que fala mais alto é o preço baixo”.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/