[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Empresas de telefonia celular lideram reclamações no Procon

Por: ANGELO DE ALBUQUERQUE PINHEIRO TEDESCHI

11/10/2006

O Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor), de São Paulo, divulgou no fim de setembro o ranking de reclamações recebidas no primeiro semestre de 2006. Em todo o estado paulista, a telefonia fixa continua liderando o ranking de reclamações, seguido pelo Cartão de crédito e loja.

Quem obteve maior crescimento nas reclamações foram as empresas de telefonia celular. Só no primeiro semestre deste ano, das 3.500 reclamações no Procon-SP, 994 foram contra os aparelhos celulares, ou seja, quase 1/3 das reclamações.

Segundo o Procon, 80% das reclamações registradas neste período são referentes a problemas em aparelhos com pouco tempo de uso e dentro do prazo de garantia. Levados à assistência técnica, o prazo para reparar o produto excede o estipulado por lei. O procedimento dos fornecedores, segundo os reclamantes, é de não reparar o produto ou demorar a fazê-lo.

De acordo com o gerente do Conselho Estadual de Defesa do Contribuinte(Codecon), de Araraquara (SP), Washington Coutinho Pereira, em 2005 a telefonia celular foi a líder em reclamações na área de serviços e produtos. No total, foram 448 reclamações contra as empresas de telefonia celular na cidade.

A dona-de-casa, Solange Silva Mattos,de Araraquara(SP) reclama da demora no conserto do seu aparelho. Solange teve um problema no seu celular logo na primeira semana de uso e há 35 dias espera que a empresa solucione seu problema.

"É muito complicado quando a gente fica em uma situação como essa. Fico dependente de uma empresa muito grande que não está nem aí para meu problema. E o pior, é que todas as empresas (de telefonia celular) agem da mesma forma. Chega a ser um desrespeito com nós consumidores", conta indignada.

Vale lembrar que, pelo Código de Defesa do Consumidor, o prazo estipulado para consertar os aparelhos não pode ultrapassar 30 dias. Caso o prazo não seja cumprido, o consumidor pode optar por ficar com o mesmo aparelho ou trocá-lo, sem nenhum custo, por outro novo.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/