Ageuniara

Novos projetos abrem espaço para a 3ª idade em São Carlos

Por: EDUARDO MANSO IMPARATO

15/08/2006

Programas como cursos e atividades recreativas e culturais atraem a população da 3ª idade em São Carlos. Essas atividades se concentram em duas universidades públicas e numa fundação municipal.

“Toda parte do corpo se tornará sadia, bem desenvolvida e com envelhecimento lento se exercitada...”, já afirmava Hipócrates, considerado o pai da medicina.

Na cidade existe há 10 anos a UATI (Universidade Aberta da Terceira Idade), projeto da FESC (Fundação Educacional de São Carlos, instituição mantida pela prefeitura), que visa à inclusão social de pessoas adultas e idosas por meio de cursos nas áreas de saúde, cultura, esportes, lazer e cidadania.

Segundo a Coordenadora da UATI, Maria Cecília Villani Purquério, os cursos oferecidos pelo projeto estão com as turmas praticamente lotadas e tendo uma ótima aceitação na Cidade. Expressão Corporal, Tai-chi-chu-an, e oficina de origami atualmente são os cursos mais procurados.

“As pessoas estão perdendo o medo de sair de casa e nos procurando. A transformação pela qual elas passam é o que nos deixa mais felizes”, afirma a professora Maria Cecília, que diz que já perdeu as contas de tantas pessoas que chegaram ao UATI com a bolsa cheia de remédios e após alguns meses já não tomavam nenhum.

Já na UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) existe um grupo de teatro espontâneo para Terceira Idade, projeto que visa refletir sobre a saúde no processo de envelhecimento. O grupo é coordenado pela professora do DTO, Márcia Pontes Mendonça.

A iniciativa visa trabalhar, através das revivências individuais, temas que envolvam o processo de envelhecimento como autocuidado, saúde física e mental, socialização, consciência corporal, entre outros.

Segundo Márcia, a técnica utilizada tem fundamento no Psicodrama de Moreno e no Teatro do Oprimido de Augusto Boal. Este trabalho realizado em grupo faz com que o indivíduo, através da livre improvisação de suas questões cotidianas, libere sua espontaneidade dramática. "A dramatização dos fatos vividos por cada um dos indivíduos resgata a importância das suas trajetórias de vida, recuperando assim a auto-estima”, afirma a Terapeuta Ocupacional.

Na USP de São Carlos também há a Universidade Aberta à Terceira Idade que está comemorando 13 anos de vida. Ao longo desse tempo seu crescimento foi notável, pois se em 2004 eram 847 matriculados no estado de São Paulo, em 2005 o número passou para 7.551.

No Campus de São Carlos são oferecidos cursos na Escola de Engenharia de São Carlos, Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação e no Instituo de Química de São Carlos, além de atividades físicas integradas para a terceira idade no CEFER (Centro de Educação Física, Esporte e Recreação).

Pelo que vem demonstrando e participando de tantos cursos e atividades, a 3ª idade de São Carlos deve conhecer bem o final do pensamento de Hipócrates: “...porém, se não forem exercitadas tais partes se tornarão suscetíveis a doenças, deficiências no crescimento e envelhecerão...”

Serviços

Para mais informações sobre cursos, dias e horários, ligue:

UATI: (16) 3372-1308 / 3372-1325

UFSCar: (16) 3351-8347 / 3351-8111

USP: (16) 3373-9107 / 3373- 9611

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/