Ageuniara

Tiro de Guerra pode ter sido o primeiro do país

Por: MATHEUS RODRIGUES VIEIRA

17/05/2006

O Tiro de Guerra (TG 02-002) de Araraquara (SP) pode ter sido o primeiro do Brasil.Porém, muitas dúvidas ainda existem em relação a esse fato. A junta militar de Campinas(SP) também pode ter sido a primeira.

O ex-comandante do TG local, sargento Rudi Bauer Zytkuewisz, conta que em 1911 a imprensa publicou a criação do que viria a ser, posteriormente, o Tiro de Guerra. “Em Araraquara, em 1911, o Major Dário de Carvalho e outras personalidades militares da Guarda Nacional, reuniram-se e decidiram criar a partir daquele ano, uma linha de Tiro na cidade”, diz.

“Nós não temos ainda uma data específica sobre o início, mas sabemos que o jornal ‘O republicano’ publicou essa informação no dia 10 de setembro de 1911”, conta o sargento.

A partir de 2006, o TG de Araraquara terá uma data oficial de aniversário. “Acredito que outros TGs, em 1910 ou 1911 também começaram da mesma forma que Araraquara, mas nem todas as cidades conseguiram fazer esse levantamento histórico para comprovar e pedir uma homologação. Aqui nós somos os primeiros a comprovar essa pesquisa, estamos aguardando a conseqüente homologação e principalmente uma data específica para comemorar o aniversário do Tiro de Guerra”, informa o sargento .

O objetivo do TG é formar reservistas de 2ª categoria do Exército aptos ao desempenho de tarefas no contexto da Defesa Territorial e Defesa Civil. A formação do atirador é realizada no período de 40 semanas, com uma carga-horária semanal de 12 horas, totalizando 480 horas de instrução.

Há um acréscimo de 36 horas destinadas às instruções específicas do Curso de Formação de Cabos – um terço desse tempo é direcionado para matérias relacionadas com ações de saúde, ação comunitária, defesa civil e meio ambiente.

O TG é um bom exemplo de como é possível conciliar a prestação do serviço militar obrigatório com as atividades civis dos jovens convocados.

O TG local participa de ações comunitárias, como projetos com crianças e adolescentes em situações de risco social, campanhas de vacinação e de prevenção de enfermidades, recuperação e conservação de escolas públicas, entre outras.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/