Ageuniara

São Carlos leva cinema para a periferia

Por: NINA FERREIRA DE ANDRADE

18/04/2006

O projeto “Cinema Para Todos” completou, em março, um ano de exibições gratuitas de filmes diversificados para a população de São Carlos (SP). Em 2005 o projeto reuniu mais de 10 mil espectadores, muitos são moradores da periferia, que antes tinham acesso limitado ao cinema.

Em março de 2005 o Departamento de Artes e Cultura da prefeitura de São Carlos iniciou o projeto, com o objetivo de levar o cinema para a periferia, formar público e fazer com que este, independente da classe social, passe a ter acesso, gostar e se interessar cada vez mais pelo cinema.

A idéia surgiu com as exibições do "São Carlos Mostra Vídeo" e a segunda edição do "Vídeo Festival", em parceria com o Sesc, onde curtas da cidade e de todo o país foram levados para centros comunitários, escolas e outros espaços.

Mas, segundo o coordenador do projeto, Diego Doimo, apresentar somente o que há de novo e diferente para uma população carente e muitas vezes sem acesso às salas de cinema e de filmes de qualidade não permite que se crie o hábito e o gosto pelo cinema.

Por isso o Departamento de Artes e Cultura iniciou a exibição de filmes tanto para o público dos centros comunitários, como para as escolas de rede e praças da cidade.

“Precisamos lembrar que o cinema, hoje preso nos shoppings, distante dos bairros e do centro, com ingressos caríssimos, tem excluído uma grande parcela da sociedade, que tem se contentado com os enlatados americanos e as novelas globais que entopem nossas televisões. O povo brasileiro não tem se visto na tela, ainda somos forçados a engolir a produção americana”, afirma Doimo.

Em 2005 o projeto teve um público superior a 10 mil pessoas, em 154 sessões de vídeos em escolas, praças e centros comunitários. Os filmes são escolhidos junto com os próprios moradores e freqüentadores dos centros comunitários, mas há uma preferência por filmes nacionais.

Houve dentro do “Cinema Para Todos” a realização de duas mostras, a Primeira Mostra de Cinema Ambiental/ECOCINE e a 3ª edição do Vídeo Festival.

Em maio o projeto irá retomar a exibição do “Curta Segunda”, uma mostra permanente de Curtas que acontecerá na Biblioteca Municipal.

O Cinema da Universidade Federal de São Carlos (CinUFSCar) é um dos principais parceiros do projeto, assim como a locadora Vídeo 21, que possui um grande acervo de filmes e os fornece para o “Cinema Para Todos”.

A iniciativa se tornou uma ação permanente do Departamento de Artes e Cultura e pretende ganhar mais espaço, permitindo que a população tenha acesso a filmes de renome, assim como a produções feitas no Brasil.

Doimo acredita que se São Carlos quer se firmar como um pólo audiovisual, deve obrigatoriamente dar ênfase tanto para a produção quanto para a exibição, sem esquecer que o cinema brasileiro deve sempre buscar seu público.

A programação do “Cinema Para Todos” pode ser encontrada no site da Prefeitura de São Carlos (www.saocarlos.sp.gov.br).



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/