Ageuniara

Digitalização chega às bibliotecas universitárias de São Carlos

Por: NINA FERREIRA DE ANDRADE

21/03/2006

A Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) estão pensando no processo de digitalização das obras de suas bibliotecas visando facilitar o acesso ao conteúdo de seus acervos.

Em nossa região as principais universidades possuem bibliotecas virtuais. A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) implantou recentemente um novo sistema virtual para sua Biblioteca Comunitária. O sistema integra as bibliotecas de seus três campi, São Carlos, Araras e Sorocaba. Assim é possível renovar os livros sem precisar ir à biblioteca, consultar o acervo para saber quantos exemplares da obra procurada estão disponíveis, entre outros serviços. Além do novo sistema, a biblioteca da UFSCar acaba de adquirir bases de dados e livros eletrônicos na área de saúde, que serão os primeiros conteúdos digitalizados disponíveis na biblioteca virtual.

A Universidade de São Paulo (USP), por sua vez, é uma das pioneiras do país em digitalização do acervo de bibliotecas universitárias. A universidade possui em seu site na internet uma biblioteca virtual onde estão disponíveis teses, dissertações e algumas obras. Segundo a Diretora da Biblioteca Central da Escola de Engenharia de São Carlos, pertencente à USP, Teresinha Coletta, a universidade pensa em digitalizar a maioria de suas obras, porém isto seria a longo prazo já que os custos com seguro da obra e conversão em conteúdo digital são altos, além de ser necessária a autorização dos autores de cada livro. “A digitalização será feita aos poucos, de acordo com a importância das obras. As que já estão disponíveis na biblioteca virtual são obras raras, do século XIV ao XVII” afirma.

Teresinha acredita que a biblioteca digital é importante e necessária, mas a biblioteca convencional não ficará em segundo plano, uma vez que ainda nem todos têm acesso ao meio digital e, além disso, a biblioteca convencional sempre servirá como uma intermediária entre as obras e as bibliotecas digitais.

A digitalização de bibliotecas, dos centros de documentação, arquivos e museus, é feita hoje através do acúmulo de informações em bancos de dados. Essa nova tendência possibilita ao autor da obra inserir, junto ao texto veiculado em suporte digital, outras formas de conteúdo como imagem e som, promovendo assim, uma obtenção do conhecimento em variadas formas ou mídias.

No Brasil, a maioria das bibliotecas possui sites na internet, mas são poucas as que disponibilizam obras digitalizadas. Um exemplo destas é a Biblioteca Nacional, localizada no Rio de Janeiro, que contém o acervo documental mais rico do país e está em crescente processo de digitalização de imagens e livros raros.

A importância de se digitalizarem as bibliotecas está na facilidade de acesso e o armazenamento de grande quantidade de informações em um único endereço eletrônico, tornando-se assim, uma forma mais fácil e rápida de se obter conhecimento e cultura.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/