Ageuniara

Diabetes e amputação andam juntas

Por: NATASHA HELENA GONZALES COSTA

02/12/2005

A diretora do Departamento de Coordenação Técnica da Secretaria de Saúde de Jaú(SP), Juliana Feirabend, afirmou esta semana, que a prática da atividade física é fundamental no controle do diabetes.

Segundo ela, os sintomas do diabetes são cansaço, perda de peso, sede, necessidade freqüente de urinar e visão turva. Com o tempo, podem surgir sérios problemas nos nervos, no coração, nos pés, nas artérias, nas veias e nos olhos, levando à cegueira.

O advogado Rafael Videira, 27, por exemplo, acaba de descobrir que tem diabete do tipo II. “No começo fiquei assustado. Sei que não tem cura, mas o tratamento será suficiente pra eu controlar a minha hipoglicemia”,declara.

Os diabéticos têm que ter uma preocupação maior com os pés. Um alto nível de glicose no sangue pode afetar os nervos dos pés e causar problemas de circulação do sangue.

O primeiro sintoma é uma sensação de formigamento e "agulhadas".

Outro sintoma comum é a perda da sensibilidade dos pés, a pessoa passa a não sentir pressão ou alteração da temperatura. Se tiver uma lesão qualquer, o diabético pode não se dar conta dela imediatamente, facilitando o surgimento de infecções.

Infecção ou falta de circulação do sangue podem causar até mesmo a necessidade de uma amputação. Os diabéticos devem seguir algumas recomendações como examinar os pés todos os dias, para verificar a presença ou surgimento de bolhas, rachaduras, cortes ou pele seca entre os dedos. Lavar os pés com sabão neutro e água morna, enxugar bem os pés, principalmente entre os dedos.

O Diabetes é uma enfermidade que provoca o aumento da quantidade de açúcar (glicose) no sangue por falta absoluta ou relativa de insulina.

Grande parte dos alimentos que ingerimos acaba se transformando em glicose. Essa glicose é transportada no sangue até as células, onde será usada como fonte de energia.

Para facilitar esse transporte, nosso corpo produz uma substância chamada insulina. Quando se têm diabetes, o corpo não produz insulina ou não produz o suficiente, ou ainda a insulina produzida não funciona adequadamente. Daí o aumento da quantidade de glicose no sangue.

Há dois tipos de diabetes. Diabetes I é causada pela falta de insulina no corpo da pessoa que a obriga a aplicar insulina. É mais freqüente em jovens.

Já a diabete tipo II é causada em pessoas que produzem insulina.Atinge mais os adultos, pessoas com antecedentes familiares ou com excesso de peso.

Alimentação adequada, exercícios físicos, controle de peso e, em alguns casos, medicamentos, sejam comprimidos ou insulina, ajudam no controle desse tipo de diabetes.

Sem a insulina ou com o funcionamento inadequado dela, a glicose vai se acumulando no sangue e é eliminada na urina. Tanto a diabete de tipo I quanto à de tipo II não têm cura, existe tratamento.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/