[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Mulheres realizam passeata no centro de Araraquara

Por: FERNANDA MONT ALVÃO MORAIS

24/11/2005

O Centro do Referência da Mulher “Heleieth Safiotti” de Araraquara (SP) realiza hoje às 9h30, uma passeata no centro da cidade, para marcar o Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher.

A passeata tem concentraçâo prevista inicialmente na prefeitura e sairá do Terminal de Integração com destino ao Parque Infantil.

Todas as mulheres participantes das atividades sairão às ruas para manifestarem seus direitos, pois elas lutam para serem tratadas com respeito.

A violência de gênero atinge milhares de mulheres cotidianamente, em distintos espaços sociais, principalmente no âmbito doméstico e nas relações conjugais. Afeta as mulheres independentemente de classe social, etnia, religião, estado civil, opção sexual, escolaridade, idade e nacionalidade.

As agressões por parte do marido ou companheiro manifestam-se de diferentes formas: ameaças, relação sexual forçada, espancamento, estrangulamento, agressões durante a gravidez, ofensas, humilhações, destruição de documentos, impedimento do direito de ir e vir, entre outras.

Em nossa sociedade essa violência é “justificada”, “ocultada” e “neutralizada” em decorrência de relações de poder profundamente desiguais entre homens e mulheres, as quais legitimam a concepção de que os homens possuem direitos sobre o corpo e a vida das mulheres.

Gisele Rocha Cortês,por exemplo, gestora do Centro orienta as mulheres a denunciarem e não sofrerem qualquer tipo de agressão caladas.

Segundo a Organização de Direitos Humanos, no Brasil, a cada 4 minutos , uma mulher é agredida em seu próprio lar e em 70% dos casos, pelo próprio companheiro.

Gisele diz que o Centro atua como uma forma de apoio para as mulheres que tem medo de denunciar diretamente na Delegacia de Mulher.

"O Centro oferece psicóloga, advogada e assistente social para atender mulheres que sofrem agressões freqüentemente. Realiza várias palestras, oficinas e atividades para apoiar essas mulheres",diz Gisele.

Gisele finaliza dizendo que “está na hora das mulheres se conscientizarem, denunciarem e punirem a violência contra a mulher que tanto deixa marcas em toda a sociedade.

Mais informações sobre o Centro podem ser obtidas pelo telefone do centro é 16-3333-65-82.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/