Ageuniara

Exercícios melhoram a gestação e diminuem a dor do parto

Por: BRUNO MARASCA

14/10/2005

As atividades físicas para gestantes apontam uma falta de consenso entre a ciência e o senso comum. Se os especialistas comprovam os benefícios, os mais conservadores defendem o repouso para as grávidas.

A gravidez é vista pela sociedade médica como um estágio natural da condição feminina e não como uma fase de enfermidade, como parece ser tratada por alguns mais radicais. Segundo o ginecologista Marcos Daniel Pereira, “a gestação deve ser uma etapa prazerosa da vida das mulheres e nós, médicos, tentamos torná-la a mais confortável possível”.

De acordo com pesquisas médicas na área, a atividade física para gestantes é de fundamental importância, antes e depois do parto, pois melhora a circulação, aumenta a capacidade cardíaca e muscular, além de proporcionar uma melhor recuperação pós-parto. “Uma boa musculatura no abdômen e músculos alongados nas pernas e quadril podem proporcionar melhor expulsão do bebê, podendo diminuir a temida dor do parto normal.”, explica o Dr. Marcos.

A fisioterapeuta Paula Cavaglieri explica que, nos últimos meses de gravidez, as mulheres tendem a projetar os ombros para frente, arqueando mais que o normal a curva das costas, provocando dores lombares comuns entre as gestantes. “Um bom alongamento, hidroginástica, caminhada ou até musculação, quando bem orientados, podem sem dúvida melhorar tanto a gestação quanto a recuperação”, afirma.

Mas não é o que pensam mães experientes. A dona de casa Leonor de Freitas, de 72 anos, acha que “as mulheres grávidas têm que ficar de repouso. Tive três e sei como é cansativo carregar um filho nove meses na barriga”, relembra

As mulheres que praticam exercícios físicos durante o período gestacional ganham, em média, cerca de 6 Kg a menos do que as sedentárias. Isso, aliado com a melhor circulação, faz com que as gestantes carreguem menos peso e se cansem menos, rebate o médico Marcos Daniel.

No campo psicológico, profissionais afirmam que mulheres que não engordam muito na gravidez, sofrem menos de depressão pós-parto.

Para qualquer atividade física com gestantes são necessárias sempre as prescrições e avaliações médicas. Só um especialista pode avaliar cada caso e indicar os exercícios que não devem ser praticados, bem como a duração e a intensidade ideal para o exercício, lembra o dr. Daniel.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/