[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Comerciantes da Avenida 7 de Setembro querem resgatar comércio

Por: FERNANDA MONT ALVÃO MORAIS

21/09/2005

Comerciantes querem resgatar a tradição comercial do bairro do Carmo, embora grande parte de seus prédios comerciais estejam com as portas baixadas e investidores procurem corredores comerciais mais atraentes. Somente um processo de revitalização, iniciado pela Associação Comercial e Industrial com apoio da Prefeitura, poderá resgatar a tradição comercial de um dos mais antigos corredores comerciais da cidade, acreditam os comerciantes da área.

Os comerciantes da região do Carmo formaram uma comissão para discutir a possível revitalização e criação de estratégias para concretizar os planos.

A revitalização foi pensada para superar o esquecimento do poder público, como apontam alguns comerciantes. Jeferson Talel Haddad, proprietário de uma loja de som automotivo, é um dos que acham que a 7 de Setembro está esquecida. "Falo isso não como proprietário de um comércio, mas também como morador do bairro. A iluminação, por exemplo, está precária, existem poucos semáforos", diz. Ele sugere também um projeto de embelezamento para a avenida com floreiras e cesto de lixo em alguns pontos da avenida.

Para que o comércio readquira o antigo movimento, uma reivindicação é a mudança da mão de direção do trânsito. Haddad relembra que há um projeto antigo arquivado sobre melhorias no trevo da Avenida Presidente Vargas. "Já está na hora de ligar as duas avenidas", sugere.

Antônio Comper, comerciante de peças para máquinas agrícolas, estabelecido na 7 de Setembro há 37 anos, sugere o rebaixamento na entrada da Via Washington Luiz e a construção de um viaduto, o que daria visibilidade à avenida. ’’Muitos clientes que vêm à nossa procura passam direto’’, constata. "Ficamos isolados. Faz 25 anos que estamos pedindo providências e até hoje nada foi feito", lamenta Comper.

O diretor do DER, Departamento de Estradas e Rodagem, Mário Augusto Fattori Boschiero, foi procurado pelos comerciantes interessados em dar mais visibilidade à entrada da cidade pelo Quitandinha. Segundo Boschiero, como a rodovia é administrada por uma concessionária, para qualquer mudança é necessário primeiro conseguir uma autorização da ARTESP - Agência Reguladora dos Transportes no Estado de São Paulo, responsável pela fiscalização e gerenciamento das concessões.

O diretor do DER propõe que a entrada seja construída um pouco mais adiante, com um alargamento das pistas de acesso. "A entrada seria grande e ajardinada, em frente a Policia Rodoviária. O projeto não altera e não prejudica a operação da rodovia; pelo contrário, só melhora. O custo não é alto e poderia ser firmado um convênio entre prefeitura e DER", sugere.

Nilson Carneiro, coordenador de Trânsito e Transportes do município, adiantou que, por enquanto, não há qualquer projeto de mudança no trânsito da 7 de Setembro. Mudança na mão de direção implicaria em alterar o sentido do tráfego nas demais vias da região, para assegurar a manutenção do sistema binário (tráfego em sentido oposto a cada duas ruas).

Por intermédio da Assessoria de Imprensa da Prefeitura, o secretário de Desenvolvimento Urbano de Araraquara, Luiz Antonio Falcoski, afirma que não há obras programadas para a avenida 7 de Setembro.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/