[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Estado sofrerá queda de 16% na safra de laranja

Por: WILLIAN GUILHERME DE OLIVEIRA

14/04/2005

O Estado de São Paulo deverá colher 54 milhões de caixas de laranja a menos na safra deste ano. A queda na produção acontece em função da inconstância climática, da queda no número de frutos, devido à doenças, e pela substituição da laranja pela cana-de-açúcar.

Dados revelados pela empresa de consultoria Válio Inteligência Competitiva mostra que o Estado sofre com a clorose variegada dos citrus (CVC) ou “amarelinho”.

A doença e a falta de incentivos fizeram com que cerca de 20% dos produtores das regiões norte e noroeste do Estado trocassem a laranja pela cana-de-açúcar.

Outro fator que contribuiu para a queda foi a inconstância climática. As chuvas fora de época ou a falta delas fez com que grande parte dos pomares paulista floreassem de maneira irregular, acarretando um número menor de frutos.

Antônio Carlos Iglessias gerente de uma fazenda com cerca de 480 mil pés de laranja, em Araraquara(SP), espera uma queda de 10% na produção. “O clima influenciou muito na propriedade. Mesmo ela sendo totalmente irrigada, a inconstância climática atrapalhou a florada e diminuiu o ‘pegamento’ do fruto”,diz.

O Engenheiro Agrônomo William Benassi do Nascimento comenta que a queda na produção é preocupante, e que o ciclo bianual dos pomares (período em que naturalmente a planta produz menos) e o aparecimento de algumas doenças colaborarão para a queda na produção.

O agrônomo diz também que, por outro lado, o aumento de 15% no tamanho do fruto pode abrir portas para uma maior competição com a Flórida, nos EUA, no que se refere às exportações.

A boa notícia para o citricultor paulista é que com as chuvas do início deste ano, algumas indústrias processadoras de suco estimam que haja um número maior de frutos temporões, o que as obrigará a permanecer de portas abertas também no período de entressafra que vai de janeiro até abril de 2006.

A Associação Brasileira de Exportadores de Citrus (Abecitrus) registrou um aumento de 265,45% no volume de exportações de suco concentrado e congelado de laranja entre janeiro e fevereiro, deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. Este aumento representa 8,6% no acumulado da safra.

Segundo o técnico agrícola Luis Henrique de Lima, a queda na produção é evidente, porém, com o aumento no tamanho do fruto e o alto crescimento das exportações de suco concentrado o citricultor paulista pode esperar surpresas para este ano.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/