Ageuniara

Operação Semana Santa 2005 não registra mortes na região

Por: ALVARO TANIGUTI

31/03/2005

A Polícia Rodoviária de Araraquara (SP) comemora o resultado positivo obtido durante a Operação Semana Santa 2005. Houve redução no número de acidentes e, pelo segundo ano consecutivo, sem registro de vítimas fatais.

A 2ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Rodoviária, com sede em Araraquara e responsável pelo 2º Pelotão de Barretos (SP), teve a fiscalização reforçada com a mobilização de todo o efetivo em quase 1,7 mil quilômetros de rodovias da região central do Estado de São Paulo, que inclui São Carlos, Borborema, Itápolis, Ibitinga e Jaboticabal.

As atividades, deste ano, tiveram início às 19h da quinta-feira (24/03) e se estenderam até às 24h do domingo (27/03) e várias modalidades fiscalizatórias foram desenvolvidas no período, como a "Operação Vagalume", realizada no período noturno, com o objetivo de retirar de circulação veículos com problemas no sistema de iluminação.

De acordo com o tenente, Amarildo Roberto Bassi, comandante interino em Araraquara, alguns números despertam a atenção em comparação ao ano de 2004. Ele cita a queda de 23% no número de acidentes. Foram 30 em 2004 e 23 este ano.

Dos dez acidentes com vítimas, 18 sofreram ferimentos leves e uma foi atendida em estado grave. Bassi ressalta que, assim como em 2004, não houve mortes na região.

O número de multas aplicadas sofreu uma redução de 35%: 682 este ano contra 1058 na operação do ano passado. Os veículos recolhidos pela Polícia também diminuíram: de 26 para 15, uma queda de 42%.

O comandante atribui o bom desempenho à ostensividade da fiscalização rodoviária, que teve papel fundamental na conscientização dos motoristas que transitaram pelas estradas da região.

A mesma opinião é compartilhada pelo coordenador operacional interino do 3º Batalhão de Polícia Rodoviária em Rio Claro (SP), capitão João Alberto Nogueira Júnior, que acrescenta alguns fatores além da visibilidade da força policial. "A ampla divulgação da imprensa e os fatores climáticos favoráveis contribuíram para a redução dos índices apurados. Utilizamos também o radar móvel no controle de velocidade e o bafômetro no único caso suspeito de embriaguez ao volante, que foi encaminhado à Delegacia de Polícia", diz. Em 2004, três casos de alcoolismo foram detectados, o que representa uma queda de 66%.

Também, em 2005, cinco carteiras de motorista foram apreendidas e 36 documentos de propriedade de veículos ficaram retidas, uma queda de 44 e 42%, respectivamente.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/