202101281132

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Atividades em grupo integram idosos no SESI

Por: MICHELE CARVALHO

18/03/2005

Três grupos de terceira idade do SESI - Serviço Social da Indústria - funcionam há 15 anos. Esses grupos transformam-se em uma ponte para a inserção social de idosos. O SESI mantém o serviço com uma taxa mínima paga pelos participantes e pela ajuda financeira vinda das indústrias.

Leda Maria Abreu Bonacorsi, coordenadora dos grupos há um ano e meio, explica: “São três grupos com uma média de 60 integrantes cada. Eles pagam R$ 5,00 mensais que são revertidos em festas e passeios”.

Os grupos são denominados "Mãos Unidas", "Simpatia" e "Grupo dos Amigos". As reuniões acontecem uma vez por semana e começam com uma oração e o hino de cada grupo. Durante os encontros, esses idosos desenvolvem diversas atividades como bingo, festa dos aniversariantes, teatro, coral, esportes, oficinas de costura e artesanato, viagens e eventos fora do SESI.

Palestras na área de saúde, com médicos, psicólogos e nutricionistas, também são realizadas uma vez por mês. “Nossa função é amparar e informar essas pessoas. Por isso, além das palestras, no início de 2004, todos os participantes ganharam um Estatuto do Idoso. Só assim eles tornam-se capazes de conhecer os direitos que já possuíam e que passaram a ter com as novas leis”, conta Leda.

Há também a oficina social, na qual 15 voluntários dos grupos confeccionam roupas durante todo o ano e depois as distribuem, no mínimo, em quatro instituições de caridade. Em 2004, foram produzidas 1400 peças que foram distribuídas em cinco instituições da cidade.

Para Eunice Fernandes Gobate, 80 anos, integrante do "Mãos Unidas" há 8 anos, participar dos encontros é um aprendizado. “As palestras, passeios, viagens e festas me fazem bem e me deixam alegre. Nesta semana, aprendi a montar o coelhinho da Páscoa”, comenta.

Eunice escreveu o hino do grupo que freqüenta e uma vez foi eleita rainha da terceira idade, mas reclama do preconceito que sofre fora do grupo. “Mesmo com o Estatuto do Idoso, as pessoas não respeitam os velhos. A única coisa que funciona é a fila especial que temos nos bancos, mas os jovens não respeitam a gente, nunca dão o lugar no ônibus e sempre vão nos empurrando”, conta ela.

Leda nunca ouviu reclamações de maus-tratos contra os idosos e não vê pontos negativos no trabalho que desenvolve. “A vivência deles é um aprendizado”, ensina a coordenadora.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI