Ageuniara

Unesp desenvolve creme dental mais barato

Por: ANTONIO APARECIDO CORREA BUENO

30/11/2004

Pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Araraquara(SP), desenvolvem creme dental e líquido bucal a base de ervas naturais com custo 40% menor que os produtos encontrados hoje no mercado.

O Centro de Bioquivalência e Equivalência Farmacêutica da Unesp desenvolveu um creme dental e um líquido bucal, à base de quatro ervas diferentes: mil folhas, agrião, alecrim e ipê roxo para prevenir doenças periodontais, como a cárie e problemas de gengiva.

Segundo os pesquisadores as novidades têm um custo até quarenta por cento menor que os produtos encontrados hoje no mercado. No processo de produção a parte nobre da planta vira uma essência, o concentrado é transformado em um líquido para limpeza bucal e também em creme dental.

Os testes realizados pela faculdade de odontologia da Unesp de Araraquara comprovaram que o produto ajuda na redução de inflamação de mucosas, doenças nas gengivas e cáries.

A estudante Sílvia Mitie que participou dos testes diz que a pasta é muito refrescante e ao mesmo tempo não provoca sensação de ardor.

"O líquido eu achei melhor ainda, porque vários enxaguatórios bucais dão a sensação de descamação e ardência, enquanto este não", conta a estudante.

Segundo o professor doutor em botânica, Luiz Vítor Sacramento, que é o responsável pela pesquisa, não há motivos para desconfiar da fitoterapia (cura pelas plantas), uma ciência que, segundo ele, já existia três mil anos antes de Cristo.

"A intenção é que este produto seja estendido para o serviço público de saúde , onde a gente encontra a maior proporção desse tipo de problema de inflamações gengivais e doenças bucais", diz o professor.

Sacramento acredita que a partir do ano que vem a Unesp poderá produzir os dois produtos. Mas alerta que isso vai depender do interesse das prefeituras, já que o principal objetivo é utilizá-los na saúde pública.

A Unesp mantém hoje um horto com mais de 90 espécies de plantas medicinais para pesquisas e manutenção. Algumas delas, já conhecidas, como camomila, avelã, orégano, poejo, hortelã, já tem seus efeitos benéficos comprovados na cura de doenças gástricas, stress e insônia.

O grande desafio dos pesquisadores é descobrir propriedades de plantas que ainda estão sendo estudadas e que podem curar doenças mais graves, como o câncer, por exemplo.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/