[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Pavimento rural é utilizado em ruas de Araraquara

Por: EDGAR SANTA ROSA ESTEVES

08/10/2004

A prefeitura de Araraquara (SP) investiu R$ 330.000,00, a partir de 20 de setembro, na aquisição de 15 mil toneladas de novo produto para substituir a brita na pavimentação de alguns bairros da periferia.

Conhecido como pavimento rural, o produto é descarte da exploração mineral do calcário agrícola, produto largamente utilizado na agricultura.

Rodrigo Padame Oda, gerente comercial da empresa Calcário Bonança, localizada em Ipeúna (SP), explica que o material que dá origem ao pavimento rural é encontrado a 20 metros de profundidade, 10 metros acima da rocha que dá origem ao calcário agrícola.

Segundo Oda, o pavimento rural exige alguns cuidados para que se obtenha bons resultados.Dentre estes cuidados, a preparação prévia do terreno, a aplicação de água antes da aplicação do produto e a compactação são essenciais.

"Esse produto pode ser utilizado como pavimentação definitiva. Há, inclusive, trabalho do IPT ratificando esse uso", informa o gerente comercial.

O pavimento rural, é caracterizado por conter, além do calcário, o xisto piro betuminoso, em linguagem mais acessível, pequenas quantidades de petróleo.

"A presença do petróleo confere ao material grande poder de agregação, resistindo até transito pesado", diz Oda.

Segundo Válter Ricardo Leo Rozatto, secretário de obras do município, as 15 mil toneladas serão suficientes para iniciar a pavimentação de 150 mil metros quadrados de ruas.

O jardim Ieda, próximo ao Hospital Cairbar Schutel, é um dos bairros onde o pavimento rural é utilizado.Djair Magnani, 36, morador do Ieda está entusiasmado com a incitava da prefeitura em asfaltar seu bairro.

Magnani, que é proprietário da loja de material de construção Iedda e mora no bairro há 6 anos, ainda não tinha visto material igual ao pavimento rural."Já são seis anos amassando barro, espero que de certo essa pavimentação", diz

Para Valdir Monari, outro morador do Ieda, o ideal é que a pavimentação seja aplicada em todo o bairro, não somente em sua rua.Esse tipo de pavimentação, segundo o Secretário de Obras, não tem a pretensão de substituir o asfalto.

O pavimento rural, no perímetro urbano, será fixado com emulsão asfáltica e assim fica pronto para receber o alfalto propriamente dito.

"É o mesmo processo utilizado hoje com a brita graduada, que também fica apta a receber a capa asfáltica", diz Rozatto.

Para ele o custo do pavimento rural na área urbana é maior que o custo da brita graduada. Ele não sabe precisar, porém, qual dos dois tem melhor performance.

"O prefeito deverá decidir se esse produto será ou não utilizado no perímetro urbano", afirma o secretário.

Segundo o secretário, esse pavimento em estradas secundárias, propicia bons resultados, com custo atraente.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/