Ageuniara

Profissionais recomendam adestramento de cães

Por: VANESSA DE CAMARGO FABOSO

25/08/2004

Um dos maiores problemas que os donos de cães enfrentam é a falta de controle sobre o animal, principalmente cães de porte grande ou filhotes.

Marcos adestrador de cães em Araraquara ( SP) lida com esse tipo de problemas há quinze anos.Diariamente é procurado, em seu canil, por donos frustados que reclamam, ora porque o cachorro late muito e os vizinhos se queixam ou então que o cachorro desobedece ao chamado de não pular nos próprios donos como também nas visitas.

A solução para esse problema seria adestrar o cão, ensiná-lo a atender a comandos simples. É bom começar quando ele ainda é filhote. Isso não quer dizer que cães mais velhos não conseguem aprender.

"A idade mínima dos cães serem treinados é quatro meses e a máxima é de 5 anos. Mas eu já ensinei comando básicos de obediência para cães de 10 anos”, diz Marcos.

Segundo ele, os cães são inteligentes. São treinados a farejar drogas, detectar explosivos, ajudar deficientes e participar algumas vezes em missões de busca e resgate.

Geralmente o custo para adestrar o cão varia de R$150,00 a R$300,00 reais a hora dependendo do cachorro.

Segundo a veterinária Maria Eloísa Serafim,"o problema do animal adestrado é que esse obedece o adestrador e o proprietário não. E isso dificulta na hora do atendimento".

Marcos acrescenta: "se você permitir que o cão durma na sua cama ou suba nos móveis, ele poderá muito bem concluir que é o líder".

Maria do Carmo, dona de um casal de cães da raça boxer e que são adestrados, comenta que dificilmente os cães obedecem ao seu chamado, pois não sabe impor na hora de mandar.

"Você precisa conhecer as características genéticas de seu cão. Assim como os lobos, os cães respeitam uma certa hierarquia. O mundo deles é a vida numa matilha com um líder, o cão alfa. A família do dono, portanto, passa a tornar-se a matilha, e o cão precisa se aperceber de que você é o líder", diz Maria Eloísa.

Ela diz que mesmo quando ainda é filhote, seu cãozinho pode aprender que é subordinado ao dono. "Quando o cão atende ao comando, é porque reconhece que é você quem manda. Se, como dono, você não assume a posição de líder, o cão pode concluir que é igual ou superior a você, e isso poderá afetar o comportamento dele", conclui Maria Eloísa.

Ela ressalta que que em seu consultório percebe a preferência dos proprietários de animais de guarda para esse tipo de aprendizado. "O que se vê mais são raças de pastores, pit bull, rotwailler, doberman principalmente quando ao animal é inquieto como o labrador".

O labrador,por exemplo, está sendo muito utilizado nos Estados Unidos, para guiar deficientes visuais e o custo da raça já adestrada sai em torno de R$ 30 mil reais, pois o cão é treinado para aprender a conhecer as cores do semáforo e abrir portas de elevadores para seus donos deficientes.

"O cão é um animal social. Ficar confinado muito tempo pode gerar hiperatividade, muitos latidos e comportamento destrutivo.Com treinamento correto, o cão terá tudo para se tornar um bom e fiel companheiro em vez de um estorvo", finaliza.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/