Ageuniara

Exposição entra em cenário acadêmico

Por: LIVIA COLBARI DO AMARAL

20/08/2004

Dentro do cronograma da 51ª Jornada Farmacêutica, realizada de 21 à 27 de agosto, no campus da Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Araraquara(SP), acontecem vários eventos culturais, entre os quais destaca-se a exposição "Lendárias Figuras dos Anos Negros da Nazismo".

A exposição conta com cartazes possuindo textos informativos, fotos e muitas curiosidades sobre as vidas pessoais de Adolf Hitler e Olga Benario Prestes, proporcionando aos participantes, da Jornada Farmacêutica, conhecimentos não apenas relacionados à área de saúde.

"A primeira tentativa de realizar atividades extra-científicas expressou-se na forma de eventos sociais, como happy-hours e festas, com o intuito de promover entretenimento e integração entre os participantes.Além de adequar-se mais a proposta da Jornada, que é Inovação e Produção de Conhecimento", diz Gabriela Viana Gobbo, da comissão organizadora da área social.

Segundo ela, os objetivos desta exposição são o de resgatar do passado uma era autoritária e com muito sofrimento, o que pode sensibilizar os expectadores e levá-los a atitudes mais humanitárias, traçar um paralelo entre o presente e o passado, de modo a recuperar ações positivas, mas também evitar que atitudes negativas se repitam e levar ao conhecimento e exaltar a coragem e perseverança da mulher que manteve seus ideais mesmo depois de muita violência e humilhação: Olga Benario Prestes.

O conteúdo da exposição ilustra com bastante fidelidade o período conturbado no qual imperou o Nazismo em todo mundo. Hitler, o homem responsável pelo pior genocídio da história, que acabou matando quase 12 milhões de judeus em pouco mais de 12 anos, é mostrado com toda paixão em seus discursos, capaz de levar ouvintes às lágrimas.

Fez com que fosse concretizado seu desejo de eliminar os judeus, considerada por ele a mais inferior das raças. Em pouco tempo, formou-se uma terrível indústria da morte em vários escalões hierárquicos: profissionais, técnicos, burocratas, agricultores, entre outros.

Olga Benario Prestes é o retrato de uma mulher corajosa e determinada que lutou por seus ideais comunistas nos anos que precederam a II Guerra Mundial. Nesta época de obscurantismo e terror, esta judia enfrentou violência, humilhações, medo e trabalho forçado que marcaram a vida nos campos de concentração nazistas.

Olga não foi apenas a esposa de Luís Carlos Prestes, o "Cavalheiro da Esperança", mas àquela que sempre empunhou o estandarte de idéias generosas. A exposição estará aberta diariamente e terá entrada gratuita.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/