Ageuniara

Produtores reclamam do prejuízo da cana

Por: ANTONIO MARQUEZ JUNIOR

04/11/2003

A safra 2003 de cana-de-açúcar foi a maior em termos de produção de todos os tempos, mostrando uma homogeneização da cultura, o que fez despencar os lucros dos parceiros agrícolas.

Com o fechamento da safra e os pagamentos, sendo feitos, muitos pequenos produtores da região de Matão (SP) reclamaram do prejuízo que tiveram.

“Com todo o esforço que tivemos, não conseguimos lucrar quase nada, foi um ano péssimo. Mesmo bancando o trabalho terceirizado, o preço produtor-Usina foi inferior, e muito, ao do ao passado” comenta o agricultor João Antonio da Silva

Segundo o engenheiro agrônomo, Luis Carlos de Souza, a homogeinezação do plantio foi um fator para a contribuição dos prejuízos causados aos pequenos produtores. " Já aconteceu com a laranja e a tangerina há alguns anos. Um controle por parte do governo poderia estabelecer uma quantia máxima de plantio por produtores, pois os grandes não tiveram problemas", observa.

As Usinas se defendem e dizem que para toda a cultura sempre existe um momento de oscilação e esse foi o ano da cana.

No que se refere as questões de aumento de custeio, os responsáveis pela parceria agrícola entre Usina e produtor ressaltam que isso não é um fator generalizante.

"Estamos nesse ramo faz décadas e reclamações sempre surgem e conseguimos achar saídas",diz Antonio Luis Cunha, diretor da Usina Santa Luzia, de Matão.

Os produtores acreditam que o mais preocupante de toda essa história é a possibilidade de estarem vivendo um momento de mudanças na agricultura, onde a cana-de- açúcar pode ser substituída por outra cultura. Isso vale para os chamados pequenos produtores que tem em torno de 20 à 50 alqueres plantados.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/