[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Muay Thai: além de esporte, o início de uma profissão

Por: RICARDO FERREIRA DE BARROS

09/10/2017

Atualmente cresce, cada vez mais, a procura de pessoas para prática do Muay Thai, além de ser um esporte, quem procura primeiramente busca uma atividade física, outros pela questão de defesa e, em alguns casos, como início de uma profissão.

O Muay Thai é uma arte de origem na Tailândia, com mais de 2.000 anos de idade. O instrutor Monge Kru ( como prefere ser identificado), de Araraquara (SP), por exemplo, possui uma grande  experiência em artes marciais. Ele se especializou em Muay Thai tradicional na Tailândia e possui um centro de referência na cidade, que iniciou suas atividades no ano de 2006.

Segundo o ele, Muay significa luta e Thai tailandesa, portanto o esporte é uma luta tailandesa, sendo uma atividade física, e uma arte marcial bastante vigorosa.  " Ao contrário do que muitas pessoas pensam, de se tratar de uma luta bastante violenta, focado no aspecto de luta é violenta, mas se pode utilizar o  Muay Thai como um conceito de uma atividade física, ajudando no condicionamento, na performance e, também, no bem estar tanto físico como emocional. É uma atividade bastante completa, pois trabalha todo o corpo humano de maneira integral ", destaca.

Monge Kru, explica que em sua academia é feita uma competição mensal, onde se forma um " Raja estádio", onde são feitas as competições de nível regional, vindo pessoas de toda região para competir. " Além de ser uma ótima maneira para o aluno que está treinando com a função de competir, poder entrar no ringue, lutar e ver como é que é o esporte", completa.

Ele salienta que o mais difícil, além de lutar, é o treino, devido a ser bastante duro para o atleta que se prepara para uma luta. Segundo ele, o lutar, de certa maneira, é fácil, mas o treino é muito castigante para o corpo e, principalmente, para o psicológico do lutador.

A jovem Suélen Arruda, de Araraquara, conta que conheceu a arte de Muay Thai durante uma época em que não práticava nenhum esporte, e buscou por um esporte ao qual se identificava melhor. Ele lembra que conheceu a academia, através da internet, e se interessando pelo esporte pelos motivos de ser uma arte tailandesa, das oito armas e também pela sua filosofia, conheceu o lugar pessoalmente e acabou se apaixonado pelo Muay Thai.

No início, começou a praticar como uma atividade física, e depois com o tempo foi para competições. Atualmente, ela ministra aulas e explica que a graduação é de aproximadamente nove anos. " Você inicia pelo grau branco até conseguir  alcançar o grau preto ", informa.

Suélen  fala que além de definir o corpo, a filosofia que qualquer arte marcial proporciona, como a disciplina, e uma boa qualidade de vida, estão presentes na prática do Muay Thai. " Existe uma grande busca tanto de homens quanto de mulheres, mas salienta que o foco para prática de Muay Thai é diferente. As mulheres buscam para emagrecer, e definir o corpo, os homens buscam mais com o foco de lutar ", revela.

Publicada em 10/10/2017 às 20h53.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/