Notícias

Aluna de Enfermagem da Uniara desenvolve projeto sobre percepção e sentimentos do profissional da área relacionados à morte

Publicado em: 29/06/2018

A estudante do quarto ano do curso de Enfermagem da Universidade de Araraquara – Uniara, Jéssica Francisco Marcelo, desenvolveu, em parceria com profissionais da Santa Casa do município, onde estagiou, o projeto de intervenção “Percepção e sentimentos do profissional de enfermagem com relação ao processo de morte e morrer”, sob orientação da professora Lais Fumincelli.

“O projeto, implementado na Unidade de Terapia Intensiva - UTI do hospital, foi realizado para fazer os profissionais de enfermagem refletirem sobre como estão cuidando dos pacientes diante da morte e durante o processo de preparo do corpo do paciente após seu falecimento”, explica Jéssica.

Ela relata que, para sua pesquisa, foi entregue um questionário sobre o assunto aos profissionais e que, após receber de volta o documento respondido, foi realizada uma palestra sobre o que é o processo de morte e morrer, e a importância do cuidado de enfermagem para o paciente. “Logo após a explanação, foi entregue outro questionário com as mesmas perguntas, para avaliar se, após a palestra e a reflexão que solicitei que fizessem, as respostas seriam outras”, detalha.

A maioria das respostas foram diferentes, de acordo com a aluna. “O cuidado com o paciente apareceu na maioria das questões, sendo que, no primeiro questionário, antes da palestra, isso não havia acontecido”, comenta.

Como conclusão, Jéssica aponta que a implementação do projeto “auxiliou a equipe atuante na UTI a refletir sobre o processo de morte e morrer, além de colocar sugestões para melhor enfrentar essa questão e tornar o ambiente menos tenso, quando pode ter um momento apropriado para conversar sobre esse assunto”.

Ela destaca que o tema é de grande relevância. “O intuito desse projeto é acolher a equipe com relação à percepção de cada profissional no que diz respeito ao óbito, buscando a relação de humanização entre quem cuida e quem é cuidado, independentemente da fase da vida em que o paciente se encontra”, diz.

Lais, que orientou o trabalho, afirma que, na UTI, é preciso ter “um cuidado mais complexo, visto que o número de óbitos é mais elevado nessa unidade”. “Foram importantes essas visitas da Jéssica a essa ala para abordar a questão da morte e dos cuidados com o corpo após o falecimento com os profissionais, para conhecerem seus sentimentos e a sua percepção em relação isso. Com a conversa terapêutica, eles conseguiram perceber melhor isso, observando como esse processo é importante, tanto para o paciente quanto para seus familiares”, finaliza.

Informações sobre o curso de Enfermagem da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /