/cursos/presencial/graduacao/gestao-do-esporte/ 10486 134 Gestão do Esporte Graduação

Formação: Tecnológico

Modalidade: Presencial

Período: Noturno

Duração: 3 anos

Vagas: 70

Novo Curso

Gestão do Esporte

O Curso

O curso superior de tecnologia em Gestão do Esporte da Universidade de Araraquara - Uniara foi concebido para formar profissionais que possam atuar em todas os âmbitos do esporte. Preparamos nossos alunos para elaborar, coordenar e gerenciar projetos e eventos esportivos; gerenciar clubes de futebol, academias, instalações e demais instituições esportivas; gerir as carreiras de atletas profissionalizados; desenvolver soluções e estratégias inovadoras para a melhoria da grande indústria do esporte e também atuar sob princípios éticos e profissionais.

Para o cumprimento de suas propostas, o curso dá ênfase à qualidade das atividades formadoras, com visão crítica e criativa, calcado na ética profissional, tendo como meta alcançar a excelência na formação de profissionais da área.

Lançamento do curso

Programa Repórter Uniara

Programa Universidade Aberta

Mercado de Trabalho

Nosso objetivo é formar profissionais que possam atuar em todas as esferas do ambiente do esporte, com ênfase nas instituições voltadas ao futebol, visando ao aumento da eficiência do sistema.

Desta forma, queremos preparar o egresso para:

  1. Elaborar, coordenar e gerenciar projetos e eventos esportivos;
  2. Gerenciais clubes de futebol, academias, instalações e demais instituições esportivas;
  3. Gerenciar carreira de atletas profissionalizados;
  4. Desenvolver soluções e estratégias inovadoras para a melhoria da eficiência da indústria do esporte;
  5. Identificar oportunidades de negócios, com a observação e compreensão críticas do ambiente das atividades esportivas, com vistas à prestação de serviços de qualidade e obtenção de resultados econômico, financeiros, esportivos e sociais;
  6. Atuar sob os princípios de transparência da governança corporativa.

O Gestor do Esporte poderá atuar em diferentes grupos de organizações, a saber:

  • Organizações desportivas públicas;
  • Organizações desportivas privadas com e sem fins lucrativos;
  • Empresas de serviços esportivos;
  • Indústrias fornecedoras de suplementos alimentares para o esporte, de materiais esportivos, de equipamentos esportivos, entre outras que atendem o ambiente do esporte;
  • Sociedades anônimas esportivas.

Dentro deste contexto, podemos desdobrar alguns itens acima, em diferentes tipos de organizações:

  • Centros de Treinamentos/Escolinhas de Formação;
  • Academias e Clínicas Esportivas;
  • Consultorias e Assessorias;
  • Ligas;
  • Federações;
  • Instituições e Comitês.

Regulamentação

O profissional será reconhecido/regulamentado pelo conselho de administração. Qual a diferença disso?

Selo de profissão regulamentadaO egresso do curso de Gestão do Esporte terá sua atuação profissional respaldada, regulamentada e reconhecida pelo Conselho Federal de Administração. Ter uma profissão regulamentada por um órgão de classe é fundamental, pois o egresso terá a segurança de ter sua atuação profissional reconhecida por um órgão de grande visibilidade, importância e atuação, demonstrando, assim, que o profissional regulamentado adquiriu sua experiência não somente de maneira empírica, mas que teve bagagem cultural, acadêmica e filosófica oriundas de um curso superior em uma instituição de ensino reconhecida. Certamente será um diferencial competitivo no mercado de trabalho.

Matriz Curricular

1º Semestre
Disciplinas Carga Horária
Total do Semestre 450
Introdução à Administração com Ênfase no Esporte 50
Dimensão Histórica, Econômica e Social do Esporte 50
Comunicação Esportiva 50
Ética no Esporte e no Futebol 50
Educação Esportiva e Políticas Públicas 50
Teoria Econômica I 50
Gestão da Tecnologia da Informação 50
Psicologia Esportiva e Gestão de Grupo I 50
Direito Esportivo e do Futebol 50
2º Semestre
Disciplinas Carga Horária
Total do Semestre 450
Teoria Geral da Administração I 50
Gestão de RH nas Organizações Esportivas 50
Teoria Econômica II 50
Esporte e Mercado 50
O Mercado Internacional do Futebol 50
Esporte, Publicidade e Mídia I 50
Psicologia Esportiva e Gestão de Grupo II 50
Planejamento Estratégico em Negócios Esportivos 50
Gestão de Grandes Eventos Esportivos e de Lazer 50
3º Semestre
Disciplinas Carga Horária
Total do Semestre 500
Teoria Geral da Administração II 50
Esporte e Lazer como Políticas Públicas I 50
Economia Esportiva e do Futebol 50
Empreendedorismo no Esporte 50
Metodologia de Pesquisa 50
Métodos e Gestão de Treinamentos 50
Legislação e Captação de Recursos 50
Gestão do Departamento Médico 50
Administração Financeira Aplicada ao Esporte I 50
Esporte, Publicidade e Mídia II 50
4º Semestre
Disciplinas Carga Horária
Total do Semestre 450
Elaboração, Análise e Gestão de Projetos Esportivos 50
Administração Financeira Aplicada ao Esporte II 50
Esporte e Lazer como Políticas Públicas II 50
Gestão de Equipamentos e Materiais Esportivos 50
Gestão do Esporte de Alto Rendimento 50
Gestão Técnica do Departamento de Futebol 50
A Indústria do Futebol, Organização e Mercado 50
Novas Tecnologias no Esporte e no Futebol 50
Processo de Seleção e Formação de Atletas 50
5º Semestre
Disciplinas Carga Horária
Total do Semestre 500
Orçamento, Custeio Esportivo e Contabilidade I 50
Gerenciamento de Academia 50
Logística no Esporte 50
Mercado Esportivo, Indústria do Futebol e Relações Internacionais 50
Coaching no Futebol 50
Jornalismo Esportivo 50
Gestão de Clubes de Futebol no Brasil 50
Planejamento Estratégico Aplicado ao Futebol 50
Marketing Esportivo e do Futebol 50
Projeto de Conclusão de Curso I 50
6º Semestre
Disciplinas Carga Horária
Total do Semestre 400
Orçamento, Custeio Esportivo e Contabilidade II 50
Relações Trabalhistas no Futebol 50
Estatística Aplicada ao Esporte de Alto Rendimento 50
Desenvolvimento do Futebol no Brasil 50
Liderança, Motivação e Crise no Esporte 50
Projeto de Conclusão de Curso II 50
Governança Corporativa 50
Gestão da Qualidade nas Empresas de Lazer 50

Corpo docente

Coordenação

Fernando Hagihara Borges é graduado em Ciências Econômicas (2003) pela Universidade Estadual paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, e mestre em Engenharia de Produção (2007) pela Universidade de São Paulo - USP. Ministra aulas no ensino superior desde 2005.
http://lattes.cnpq.br/3061393447124074

Docentes

Ademil Lúcio Lopes possui graduação em Ciências Econômicas (1995) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, mestrado em Engenharia de Produção (2000) pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar e doutorado em Sociologia (2011) pela UNESP. Ministra aulas no ensino superior desde 2000.
http://lattes.cnpq.br/3065217754056353

Danver Messias Bruno possui graduação em Engenharia de Produção (2004) pelo Centro Universitário de Araraquara - Uniara, especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho (2010) pela Faculdade Tecnológica de Piracicaba - FATEP e mestrado em Engenharia Mecânica com ênfase em Usinagem de Ultra precisão (2010) pela Universidade de São Paulo - USP. Ministra aulas no ensino superior desde 2014.
http://lattes.cnpq.br/8567285177942650

Eduardo Rois Morales Alves possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP e em Direito pela Faculdade de Direito de Araraquara. É mestre em Economia pela UNESP. Ministra aulas no ensino superior desde 1993.
http://lattes.cnpq.br/3557097771405107

Érika Bergamasco Guesse Borges possui graduação em Letras (2006) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. É mestre (2009) e doutora (2014) em Estudos Literários pela mesma Instituição.
http://lattes.cnpq.br/6309065671095809

Fabiana Florian possui graduação em Ciências Econômicas (2000) pelo Centro Universitário de Araraquara - Uniara, é mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente (2005) pela mesma Instituição e doutora em Ciência dos Alimentos e Nutricionais (2014) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Ministra aulas no ensino superior desde 2006.
http://lattes.cnpq.br/7128829324567785

Gerson Braz possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP e mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Araraquara UNIARA. Ministra aulas no ensino superior desde 1997.
http://lattes.cnpq.br/7941764607302413

Gustavo Marques possui graduação em Administração de Empresas pela Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP e mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Araraquara UNIARA. Ministra aulas no ensino superior desde 2010.
http://lattes.cnpq.br/0254582791618217

Iride Maria Valdemarin Tognolli possui licenciatura plena (1983), bacharelado (1984) e mestrado (1990) em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Ministra aulas no ensino superior desde 1989.
http://lattes.cnpq.br/3477308362216459

Luís Henrique Rosim possui graduação em Ciências Sociais e mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP. Ministra aulas no ensino superior desde 2006.
http://lattes.cnpq.br/0957443888713508

Milton Duó Junior possui graduação em Ciência da Computação pelo Centro Universitário de Araraquara - Uniara e especialização em Desenvolvimento de Software para a Web pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar. Ministra aulas no ensino superior desde 2007.
http://lattes.cnpq.br/7320811611190475

Orlando Stivanatto Filho possui graduação em Direito pela Associação São Bento de Ensino, especialização em Processo Civil e Direito Civil pelo Instituto Nacional de Pós-Graduação - INPG e mestrado em Desenvolvimento Regional e Gestão Empresarial pelo Centro Universitário de Araraquara UNIARA. Ministra aulas no ensino superior desde 1994.
http://lattes.cnpq.br/6996318898924897

Paula Roberta Velho possui bacharelado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília - UnB, especialização em Gestão da Produção Agroindustrial pela Universidade Federal de São Carlos UFSCar e mestrado em Economia pela University of London, na Inglaterra. Ministra aulas no ensino superior desde 2006.
http://lattes.cnpq.br/2181863581518627

Ricardo Augusto Bonotto Barboza possui graduação em Economia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP, especialização em Educação pela mesma Instituição, mestrado em Engenharia Urbana pela Universidade Federal de São Carlos UFSCar e doutorado pela UNESP. Ministra aulas no ensino superior desde 2011.
http://lattes.cnpq.br/7895809741049458

Victor Roberto Serranoni da Costa possui graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo - USP e mestrado em Psicologia pela mesma Instituição.
http://lattes.cnpq.br/0833776193712975

Vestibular

INICIAR INSCRIÇÃO NO VESTIBULAR

Data da Prova 

21/10/2017 (das 14h às 16h)

Prazo de Inscrição

Na Uniara: de 14/08/2017 até 16/10/2017 (22:00 h)
Na Internet: de 14/08/2017 até 16/10/2017 (23:59 h)

Taxa de inscrição

SAIBA MAIS SOBRE O VESTIBULAR

Aguarde mais informações.

Contato

Telefone

Ligação gratuita: 0800 55 65 88
Horários: 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h e sábado das 8h às 12h.

Endereço

Universidade de Araraquara – Uniara
Rua Carlos Gomes, 1338 – Centro – Araraquara/SP.
Horários: 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h e sábado das 8h às 12h.

Dúvidas

Deixe sua mensagem abaixo:


Utilizamos o RECAPTCHA como medida de segurança no envio de mensagens através do nosso site. Caso você tenha dúvidas sobre a utilização desse sistema, clique aqui e saiba mais sobre o RECAPTCHA.

A Profissão

O contexto do Gestor do Esporte

O Esporte tem se caracterizado, em termos mundiais, por uma crescente adesão de praticantes, seguidores e torcedores, das mais variadas modalidades. A mais proeminente, em termos globais, tem sido a futebolística, tornando-se uma potência econômica nos dias atuais.

Desta forma, o esporte tem sido constantemente abordado pela sua característica e impacto econômicos, destacando-se como uma importante plataforma de negócios na sociedade contemporânea. Diante disso, tem-se observado um processo gradual de profissionalização, desde o século passado, com o surgimento de novos relacionamentos econômicos, novas formas de consumo esportivo, canalizadas sob três aspectos centrais: o esporte e o lazer; o esporte escolar e; o esporte para saúde.

Bilhões de dólares têm sido movimentados ao redor do mundo, como resultado da expansão dos negócios esportivos e, em boa parte, pela ação competente dos agentes de marketing, que obtiveram grandes êxitos ao estimular o consumo dos produtos esportivos, fazendo com que a prática fosse observada e seguida por praticantes não profissionais e transferida para a prática do consumo de produtos esportivos, ampliando, assim, sua abrangência para bilhões de pessoas, algo que, inicialmente, era direcionado a grupos seletos.

No Brasil, o esporte tem participação de quase 2% do PIB (Produto Interno Bruto), com demonstração de crescimento significativo de sua indústria, com emprego direto de 350.000 pessoas. No entanto, o contexto nacional apresenta sérias deficiências gerenciais quando comparamos o desempenho do ambiente esportivo brasileiro com o desempenho de países mais avançados neste contexto.

Nosso principal "produto esportivo", o futebol, tem histórico de gestão pouco profissionalizada e clubes com situação de eterna crise financeira, resultando, assim, em potencial econômico subutilizado.

Para se ter uma boa dimensão da disparidade das organizações nacionais frente ao desempenho dos concorrentes internacionais, podemos recorrer aos dados do relatório Brand Finance Football 50 2016, no qual são apresentadas as 50 maiores marcas, em valor de mercado, associadas a clubes de futebol no mundo. Dentro deste seleto grupo, estão marcas com cifras bilionárias (medidas em Euros) de clubes como Manchester United (Inglaterra) e Real Madrid (Espanha). Infelizmente, nenhum clube brasileiro e nenhum clube latino americano aparecem nesta listagem. Se recorrermos a dados históricos para compreender o fenômeno ocorrido com estes clubes que apresentam desempenhos mercadológicos fantásticos, certamente encontraremos informações que levam à consideração da evolução histórica da qualidade da tomada de decisões estratégicas, oriundas de um ambiente administrativo qualificado e, consequentemente, organizado para a consecução de objetivos financeiros, sociais e esportivos destas entidades.

Outros dados, tão discrepantes quanto aos que acabamos de apresentar, estão relacionados ao faturamento dos clubes nacionais, que ficam muito aquém do desempenho atingido pelos clubes europeus. Para se ter uma ideia, no ano de 2015, o clube brasileiro que mais faturou foi o Cruzeiro, de Minas Gerais, com cifras que giravam em torno dos R$ 363,8 milhões. No mesmo período, o vigésimo colocado no ranking financeiro do continente europeu, o Newcastle da Inglaterra, faturou US$ 383 milhões. Se levarmos em consideração uma taxa de câmbio média de R$ 3,00/dólar, podemos ter a materialização deste abismo financeiro entre o contexto brasileiro e o contexto internacional.

Portanto, podemos observar que existem inúmeros desafios, tanto no futebol como em outras modalidades, a serem vencidos e, somente com a atuação competente de profissionais capacitados a tomarem decisões qualificadas, embasadas em nos aspectos inerentes às atividades esportivas, é que poderemos melhorar a eficiência e o desempenho do esporte nacional. A transformação da gestão esportiva, genuinamente focada na política, para um contexto de gestão profissionalizada deve contribuir positivamente para criar-se um ambiente de transparência, credibilidade e, acima de tudo, adequado para a efetivação dos melhores resultados possíveis em termos financeiros, esportivos e sociais.

Depoimentos

Foto de PC de Oliveira, técnico da Seleção Brasileira de Futsal"O pioneirismo da Uniara vai ao encontro da necessidade de se buscar conhecimento na área mais sensível do esporte em geral e do futebol brasileiro. O curso de Gestão do Esporte colocará no mercado o profissional que faltava para que clubes e agremiações sejam geridos de forma responsável e moderna."

PC de Oliveira
Técnico da Seleção Brasileira de Futsal

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /cursos/presencial/graduacao/gestao-do-esporte/