reportagem

Vereadores e entidades selam acordo e Jaboticabal terá 13 vereadores

Repórter: ALEXANDRE ADAM PEREIRA DA ROCHA

Na segunda-feira (7 de maio), os vereadores de Jaboticabal e entidades da sociedade civil entraram em acordo e o número de cadeiras para a próxima legislatura será de 13. A decisão foi anunciada na sessão ordinária da Câmara que estava lotada. A redução representará uma economia em torno de R$ 800 mil no orçamento do Legislativo, no ano que vem.

Antes da sessão houve uma reunião de portas fechadas entre os vereadores e representantes das entidades OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), ACIAJA (Associação Comercial e Industrial), CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas), lojas maçônicas “Fé e Perseverança” e “Fraternidade Acadêmica Jucelin de Godoy”. A população que compareceu em grande número e esperava pela decisão da redução de 15 para 10 vereadores, foi informada que havia um consenso de que 13 cadeiras seriam suficientes para 2013.

O presidente da OAB, Alessandro Alamar Ferreira de Mattos, representando as entidades, anunciou o acordo para o público presente. Segundo ele, não foi possível manter 10 vereadores para as próximas eleições, mesmo assim considerou uma vitória da democracia a decisão por 13 vagas. Revelou ainda que as entidades participantes do movimento saem satisfeitas e valorizou a presença da população.

Ele ressaltou ainda a importância na diminuição da verba que será repassada para a casa de leis. A quantia que a Câmara economizará com a medida, em torno de R$ 800 mil, poderá ser aplicada pela prefeitura em benefícios sociais.

Além disso, Alamar cobrou melhor desempenho dos vereadores e discussões de assuntos mais relevantes para a melhoria da sociedade. “Existem assuntos mais importantes do que nomes em placas de elevador”, criticou, referindo-se à fixação de placas em homenagem a vereadores em equipamentos desse tipo instalados na Câmara e na Prefeitura.

Alguns vereadores discursaram durante dez minutos cada, manifestando-se a respeito da decisão. Para eles, o aumento de vereadores significa uma maior representatividade perante a população, ressaltaram o trabalho feito na Câmara durante os últimos quatro anos e cobraram maior participação popular nas demais sessões ordinárias da casa.

A devolução de mais de R$ 2 milhões do Legislativo para o Poder Executivo também foi assunto para os vereadores. O valor economizado ao longo dos últimos quatro anos foi devolvido para a prefeitura. Para eles, isso mostra a postura “transparente” da Câmara Municipal nos últimos anos.

Ao final da sessão, foi possível notar certa decepção por parte de algumas pessoas. O desejo delas era que os vereadores decidissem pela manautenção das dez vagas.

Aprovados na primeira votação

O Projeto de Emenda Constitucional nº 12/2012, que altera de 15 para 13 o número de vereadores a partir do ano que vem, e também o Projeto de Emenda Constitucional nº 10/2012, que reduz de 7% para 6% o limite de repasse para a Câmara Municipal foram votados e aprovados em primeira votação.

No próximo dia 21 de maio será a segunda votação, data da próxima sessão.

Ver Lista Completa >>>


© 2014 - Uniara - Centro Universitário de Araraquara