reportagem

Hemonúcleo regional de Araraquara precisa de doadores

Repórter: ELIS MARINA DE FARIAS CAMPOS

O Hemonúcleo regional de Araraquara(SP), localizado na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Estadual Paulista(UNESP), além de abastecer hospitais de Araraquara como Santa Casa, Beneficência Portuguesa e Hospital São Paulo, também abastece cidades da região como Américo Brasiliense, Borborema, Descalvado, Itápolis, Ibitinga, Porto Ferreira, Nova Europa, Santa Rita, Tabatinga, São Carlos, entre outros.

Atualmente o banco de sangue do Hemonúcleo está bem abastecido.A assistente social,Cristina Zaniolo Gibran Di Nardo,diz que no momento está faltando o sangue do tipo O- mas, o Hemonúcleo também aceita todos os tipos de sangue.

Cristina diz que para evitar a falta de sangue é preciso informar a população sobre qual tipo sanguíneo está em falta e,nesse sentido, o Hemonúcleo faz divulgações através de rádios e vias públicas e que, na maioria das vezes, tem resultados positivos.

Cidades como São Carlos e Itápolis, informaram à população da falta de sangue no Hemonúcleo e fizeram pontos de arrecadação.No dia 10 de abril, São Carlos arrecadou 71 bolsas e Itápolis arrecadou 125 bolsas, no dia 12 de abril.

O que é preciso para doar sangue?

Segundo Boletim Informativo do Hemonúcleo de Araraquara para doar o sangue, o doador deve ter entre 18 e 65 anos e estar pesando mais de 50 quilos. No dia da doação é obrigatório apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial, documentos como R.G., Carteira Profissional e outros. No dia, dormir bem, pelo menos seis horas antes da doação, evitar o jejum, fazer refeições leves e não gordurosas e refeições fartas como o almoço e jantar e só doar sangue após três horas.

Outras recomedações são não ingerir bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas antes da doação.

Segundo o Boletim Informativo o consumo de bebidas alcoólicas,após a doação, somente pode ser feito depois da próxima refeição. Outra orientação é não fumar uma hora antes e uma hora após a doação.

Comforme informações do Hemonúcleo não pode doar sangue quem tem ou teve as seguintes doenças: Hepatite após 10 anos de idade; Lepra (Hanseníase); Doença de Chagas; Malária (Maleita); AIDS; Diabetes; Câncer; fez ou faz uso de drogas ilícitas e quem costuma ter relações sexuais de risco.

Ainda,de acordo com o Hemonúcleo, no intervalo entre as doações, as mulheres podem doar de 90 e 90 dias e fazer três doações ao ano, já os homens de 60 e 60 dias e fazer quatro doações ao ano, a quantidade de sangue coletada é de 450 a 500 ml, serão 8 ml/Kg para a mulher e 9 ml/Kg para o homem.Neste passo, serão coletadas as amostras para os exames obrigatórios por lei.

O sangue é processado de quatro a seis horas e a bolsa de um doador pode beneficiar mais de um paciente. O laboratório cuida da separação e preparo dos componentes do sangue, onde é retirado da amostra Plasma e Concentrado de Hemácias.

Para mais informações as pessoas interessadas em doar sangue podem contatar o telefone do Hemonúcleo que é (16) 3301-6102 ou dirigir-se pessoalmente à Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNESP, que fica na Rua Expedicionários do Brasil, 1621- Centro Araraquara, que atende de segunda à sexta- feira das 7h30 às 11h30 e das 14h ás 17h.

Ver Lista Completa >>>


© 2014 - Uniara - Centro Universitário de Araraquara