reportagem

Santa Ernestina sofre com a falta de oportunidades de emprego

Repórter: LUIZ HENRIQUE DE ANDRADE

Santa Ernestina(SP)sofre com a falta de emprego.Com uma população estimada em 5.807 habitantes, oferece poucas oportunidades, no mercado de trabalho, para seus moradores.

A falta de emprego faz com que os moradores busquem oportunidades de trabalho em cidades maiores, da região,como Matão(SP) e Taquaritinga (SP).

Muitos estudantes da cidade se formam e não têm o emprego esperado por falta de recursos e pela falta de mais indústrias no município.

Mas é em Guariba(SP),na Usina Bonfim,por exemplo, que a maior parte dos moradores obtêm renda,pois a maioria da população trabalha neste local.

Um exemplo são as novas máquinas compradas,que estimulam a mecanização do corte de cana e que são capazes de fazer o serviço de praticamente 100 homens cortando cana,gerando desemprego.

“Uma pessoa sem estudo que só sobrevivi com o corte de cana, vai sobreviver de quê?", indaga o trabalhador rural Valdemir de Oliveira.

Dados obtidos no Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) de Taquaritinga (SP), revelam que o desemprego vem crescendo cada vez mais, devido às novas tecnologias, e também ao pouco grau de estudo da população.

"A solução momentânea é a requalificação profissional. Os profissionais que perdem seus postos de trabalho devem passar por treinamentos e reciclagens", diz Odair da Cunha Neto,do IBGE de Taquaritinga.

"Só assim poderão encontrar outra atividade e assumir uma nova vaga no concorrido mercado de trabalho moderno. O desempregado não pode ficar esperando nova oportunidade para ocupar a mesma vaga que ocupava antes da demissão, mesmo porque aquela vaga, ou melhor, aquela função pode deixar de existir", completa ela.

Neto ressalta que as pessoas que desejam voltar ao mercado de trabalho devem se reciclar, buscando uma colocação em outra área ou ramo de atividade."Para isso, devem estar preparados", salienta.

"O governo, através dos Fundos de Amparo ao Trabalhador, tem oferecido recursos para treinamentos e reciclagens aos desempregados. Essa iniciativa ajuda, pois o trabalhador, sem essa reciclagem não vai conseguir uma recolocação no mercado de trabalho",observa o funcionário do Sindicato dos Trabalhadores de Taquaritinga, Paulo Ferraz.

Ver Lista Completa >>>


© 2014 - Uniara - Centro Universitário de Araraquara